Os Números Preocupantes da Diabetes

Duarte Carmo Garcia

A diabetes afeta cerca de 387 milhões de pessoas em todo o mundo e estima-se que em 2035 atinja os 592 milhões. Portugal é um dos países europeus com maior taxa de incidência desta doença e os dados revelam que esta tendência não está a inverter. Tendo em conta as consequências, a necessidade de prevenir o desenvolvimento da doença começa a ser colossal.

A Diabetes Mellitus, mais conhecida como diabetes, é uma das doenças com maior incidência a nível mundial, tendo já sido considerada pela Organização Mundial da Saúde como uma epidemia global. Responsável por gerar altos níveis de açúcar no sangue, a diabetes pode levar a sérias complicações a nível dos vasos sanguíneos que, a médio/longo-prazo, cria lesões graves nos órgãos e tecidos. Nomeadamente, a diabetes é a principal causa de cegueira, amputações e a insuficiência renal. Apesar do elevado conhecimento da sua existência, poucos parecem conhecer o impacto que tem na sociedade e nas proporções a que se está a evoluir.

A doença pode-se desenvolver sem sintomas durante vários anos, podendo afectar pessoas de qualquer idade ou género. No entanto, sendo a diabetes considerada uma doença de “lifestyle”, a sua incidência está mais presente em indivíduos que apresentem excesso de peso, uma alimentação pouco (ou nada) saudável e elevados níveis de inatividade física.

Segundo a IDF (International Diabetes Federation) estima-se que existam cerca de 387 milhões de indivíduos afetados por esta doença, equivalendo a 8,3% da população total. Desse número, aproximadamente 179 milhões desconhecem que possuem a doença, o que significa que muitas pessoas estão a desenvolver complicações sem se aperceberem das mesmas. Mais ainda, a diabetes causou 4,9 milhões de mortes em 2014, o que equivale a 1 óbito a cada 7 segundos. A dimensão do problema é bem maior se for tido em conta a evolução da prevalência da doença: para 2035, está previsto um número total de afetados de 592 milhões.

Em relação a Portugal, é bastante preocupante descobrir que a taxa de incidência da diabetes é muito superior à média mundial, na ordem dos 13%, colocando-se como sexto país europeu com maior taxa de incidência da doença. Esta taxa equivale a mais de 1 milhão de portugueses, mas se acrescentarmos o número estimado de pré-diabéticos (2,1 milhões), temos 40% da população adulta afetada por esta perturbação. Tornando o cenário ainda mais inquietante, a taxa da diabetes em Portugal está prevista atingir os 15,8% em 2035.

Apesar de nos últimos anos terem sido desenvolvidos antidiabéticos e bombas infusoras de insulina que em muito melhoram a qualidade de vida deste tipo de pacientes, os dados levam a consciencializar que pouco tem sido feito na área preventiva do desenvolvimento da doença. Isto, tendo em conta que 90% dos casos da diabetes são do tipo 2, e que a prevenção deste tipo de doença através de um estilo de vida saudável é alcançável.

Tudo então leva a crer que as atuais estratégias de prevenção não têm sido eficazes e que são necessárias novas abordagens de forma a evitar esta tendência alarmante.

Consultar Atlas da Diabetes (English)

Duarte Carmo Garcia

O Duarte integra o SIB Research Programme e está a desenvolver um estudo de viabilidade para um Título de Impacto Social na área da diabetes Tipo 2.

Não há comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *